• face
  • twitter
  • in

Brito, amigão,

A uns poucos anos atrás, éramos meninos, 16 anos, se tanto. Nos encontramos na seleção de focas da Última Hora, em Brasília. Você foi para a fotografia e eu para a reportagem. Você já estava por lá, observando, fora do mundo que logo dominaria. O mundo da imagem que fala. Crescemos rapidinho. Em pouco tempo, você era o mestre do fotojornalismo. Pintava e escrevia com suas câmeras. Dispensava palavras.

Mas, nunca deixou de ser aquela pessoa doce, aquele foca gentil. Você a somou à generosidade com os focas, com as pessoas jovens encantadas com a profissão, carentes da sua baita experiência.

Vencemos os generais e continuamos sonhando. Aí, de repente, sem aviso, você sai de cena? Não estava combinado, poxa.

Vai em paz. Você viveu a boa vida. Foi bom. Ficamos aqui celebrando você, mas sem ter quem fotografe a história para nós.

Fiquei muito triste. Um amigo nosso, Afonso Borges, disse a palavra certa: hoje desamanheceu.

Pin It

Mais recentes

14 Set 2021
19 Mar 2021
18 Mar 2021
02 Jan 2020

Mais Artigos

Back to Top